Teoria das Relações Internacionais (ESPM)

Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM
Curso: Relações Internacionais
Disciplina: Teoria das Relações Internacionais
Semestre: 2º (1º/2008)
Professores: Rodrigo Cintra e Adolfo Westphalen

Apresentação
Nesse Contrato Pedagógico constam os principais elementos que nortearão a disciplina “Teoria das Relações Internacionais”. Modificações poderão ser feitas em função de força maior ou caso haja consenso entre alunos e professor, tendo em vista sempre o melhor aproveitamento no processo ensino-aprendisagem.

Ementa
A disciplina apresenta os principais debates teóricos da área das Relações Internacionais, enfatizando as principais linhas analíticas e seus temas.

Objetivo Geral
Capacitar os estudantes a entender as diversas teorias de Relações Internacionais.

Metodologia
Aulas expositivas, palestras de profissionais convidados, estudos de caso, trabalhos de grupo em sala e trabalhos de campo. Visitas a Instituições. Aplicação e Vivência dos Conceitos em dinâmicas de grupo

Cronograma Tentativo (1º/2008)

Semana

Data Conteúdo
I 13/02 Apresentação do curso e fundamentação da disciplina
II 20/02 Relações Internacionais e Ciência

Relações Internacionais e Conhecimento [Saldanha]
III 27/02 Teorias de relações internacionais no pós-Guerra Fria

IV 05/03 Idealismo (Idealismo Liberal) [Saldanha]
V 12/03 SEMINARIO 1 – IDEALISMO
VI 19/03 Realismo [Saldanha]
VII 26/03 SEMINARIO 2 – REALISMO
VIII 2/04
Teoria Crítica [Saldanha]

IX 9/04 SEMINARIO 3 – TEORIA CRÌTICA
X 16/04 Prova 1 (individual)
XI 23/04 Semana de Reposições
XII 30/04
Pluralismo: uma visão independente [Saldanha]

XIII 7/05 SEMINARIO 4 – PLURALISMO
XIV 14/05 O futuro das teorias de Relações Internacionais

De Westphalia a Seattle: a teoria das relações internacionais em transição (Marcus Faro de Castro)
http://www.unb.br/irel/NewFiles/card_20_m_faro.pdf

The Problem of Change in International Relations Theory (K.J.Holsti)
www.iir.ubc.ca/site_template/workingpapers/webwp26.pdf

Paradigm warfare: the way of the future for IR (Amelia Hadfield)
http://www.kent.ac.uk/brussels/journal/archivepage/2004/Hadfield%20-%20PARADIGM%20WARFARE.pdf

Some Reflections on the Assumptions of the Mainstream International Relations Theory [Masatsugu Matsuo]
http://home.hiroshima-u.ac.jp/heiwa/JNL/24/Matsuo.PDF
XV 21/05 Teoria e Prática

Utility and futility of the theorization in international relations (Thomas de Saint Maurice)
http://membres.lycos.fr/tomdsm/utility.pdf

Relações Internacionais: a reflexão teórica e o uso da teoria (Eiiti Sato)
http://www.cedep.ifch.ufrgs.br/RelInter.doc

Toward an a priori theory of international relations (Mark R. Crovelli)
http://www.mises.org/journals/scholar/crovelli3.pdf
XVI 28/05 Tendências nas relações internacionais

Mapping the Global Future (CIA – National Intelligence Council)
http://www.foia.cia.gov/2020/2020.pdf

Projeções relativas à dinâmica da dimensão global e visualização prospectiva para
2007, 2015 e 2022
http://www.iea.usp.br/iea/tematicas/futuro/projeto/prospectivaglobal.pdf

XVII 4/06 Revisão ou Prova Final
XVIII 11/06 Prova Final ou Vista de Provas
XIX 18/06 Prova de Segunda Chamada
XX 25/06 Lançamento de Notas e encerramento do curso

Bibliografia Básica

Teoria das Relações Internacionais
Eduardo Saldanha
Juruá Editora
Curitiba, 2005

Obs. Esse é o livro básico do curso, será usado em sua totalidade.

Bibliografia Complementar
Artigos de autores relavantes
http://www.allannoble.net/articles_by_international_relations_theorists.htm
http://www.robertcutler.org/download/pdf/en02eolx.pdf

Entrevistas
http://globetrotter.berkeley.edu/PubEd/research/IRtheory.html
http://fsi.stanford.edu/events/series/robert_g_wesson_lecture_series_in_international_relations_theory_and_practice

Posmodernismo
http://www.ocf.berkeley.edu/~paulmacd/postbib2.htm
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-33002005000300006&script=sci_arttext&tlng=

Construtivismo
http://www.politics.ubc.ca/index.php?id=8152
http://www.qub.ac.uk/schools/SchoolofPoliticsInternationalStudiesandPhilosophy/FileStore/ConWEBFiles/Filetoupload,52215,en.pdf

Escola Inglesa
http://www.leeds.ac.uk/polis/englishschool/

Aulas
Dada a natureza conceitual da disciplina, as aulas serão prioritariamente expositivas. De acordo com entendimentos entre a turma e o professor, poderão ser adotadas atividades como exposição de alunos e estudos de cases.
Solicita-se que sejam desligados celulares e que, em hipótese alguma, sejam feitas ligações durante a aula.
Solicita-se que os alunos evitem entrar e sair da sala durante a aula. Caso haja reclamação por parte dos alunos sobre entradas e saídas de sala, as mesmas serão proibidas. 

Avaliação

  • Nota 1: Avaliação Parcial (prova individual)
  • Nota 2: Seminário (nota para o grupo)
  • Nota 3: Avaliação Final (trabalho ou prova)
  • Nota 4: Trabalho de Convergência Multidisciplinar (observando regras da instituição)
Média Final: (N1 x 0,2) + (N2 x 0,3) + (N3 x 0,3) + (N4 x 0,2)

Notas e Revisão: Todas as avaliações terão notas entre 0 e 10. As notas serão comunicadas até duas semanas depois de realizadas. O prazo para pedidos de revisão é de duas semanas a partir da entrega das notas.

Seminários
Proposta
Os seminários serão baseados em cases selecionados pelos professores e voltados à problematização das teorias estudadas. Em cada seminário participarão dois grupos, que deverão sustentar posicionamentos opostos em relação ao tema indicado, ainda que ambos os grupos devam recorrer exclusivamente à linha analítica da teoria que servirá de base ao desenvolvimento do seminário.

Grupos
Sala dividida em 8 grupos, cada seminário será apresentado por 2 grupos.

Dinâmica
– apresentação de posições (cada grupo)
– intervalo (discussão da posição alheia)
– réplica (cada grupo)
– perguntas (sala)
– respostas (cada grupo)
– intervalo
– tréplica
– encerramento (professor)

Position Paper
– deverá ser entregue impresso aos professores no dia do seminário, no início.
– deverá conter, ao menos: foco de análise (atores, sistema, sociedade…); contexto; e problemática.
– o tamanho médio de um position paper é de 2 páginas

Formação da Nota
– position paper (50%)
– apresentação (50%)

Parâmetros de avaliação
– observância das posições indicadas position paper durante a argumentação oral
– sustentação das argumentações e qualidade das respostas às perguntas coladas pelo outro grupo e pela sala

Frequência e Chamada
A chamada será realizada aleatoriamente (começo, meio ou fim da aula), sendo que os alunos que não estiverem presentes no momento da chamada ficarão com falta, independente de estarem ou não presentes no restante da aula.
A freqüência mínima exigida é de 75%, sendo que as dispensas serão avaliadas segundo critérios da ESPM e da legislação vigente.

Contato
Além das aulas e dos plantões de TCM, é possível contatar os professores pelo e-mail: Rodrigo Cintra (cintra@rodrigocintra.pro.br) e Adolfo Westphalen (adolfo@westphalen.com.br). As respostas ocorrerão, preferencialmente, no prazo de até uma semana.
Não serão aceitos por e-mail textos ou atividades que os alunos devem elaborar em classe. Demais trabalhos, quando for o caso, deverão ser encaminhados necessariamente pelo Blackboard.

São Paulo, 13 de fevereiro de 2008.

Deixe uma resposta