Introdução ao Estudo das Relações Internacionais (ESPM)

Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM

Curso: Relações Internacionais

Disciplina: Introdução ao Estudo das Relações Internacionais (1°/2008)
Professor: Dr. Rodrigo Cintra

Apresentação
Nesse Contrato Pedagógico constam os principais elementos que nortearão a disciplina “Introdução ao Estudo das Relações Internacionais”. Modificações poderão ser feitas em função de força maior ou caso haja consenso entre alunos e professor, tendo em vista sempre o melhor aproveitamento no processo ensino-aprendisagem.

Ementa
A disciplina de conteúdo introdutório apresenta os conceitos e fenômenos básicos do campo das Relações Internacionais que fundamentam as especificidades dessa área frente as demais.

Objetivo Geral
No transcorrer do curso o aluno deverá :
·         Aprender e compreender os conceitos básicos das relações internacionais e os fundamentos que norteiam as diferentes abordagens teóricas da área permitindo análisar mudanças internacionais de posse de tais conceitos.
·         Familiarizar-se com o vocabulário e tópicos substantivos em política internacional;
·         Entender no que consiste o Sistema Internacional relacionando as questões do Brasil Contemporâneo.

Metodologia
Aulas expositivas, palestras de profissionais convidados, estudos de caso, trabalhos de grupo em sala e trabalhos de campo. Visitas a Instituições. Aplicação e Vivência dos Conceitos em dinâmicas de grupo

Bibliografia Básica
Está indicada no cronograma.

Bibliografia Complementar
ARON, R. Paz e Guerra entre as Nações. Brasília: Editora UnB, 1986
BULL, H. A sociedade anárquica. Um estudo da ordem na política mundial. Brasília: Editora UnB, 2002.
FONSECA JR., G. A legitimidade e outras questões internacionais contemporâneas. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1998.
GONÇALVES, W. e SILVA, G. A. Dicionário de Relações Internacionais. São Paulo: Manole, 2005.
KEOHANE, R. e NYE, J. S. Power and Interdependence. NY: Longman, 2001.
KRASNER, S. (ed.). International Regimes. Ithaca: Cornell University Press, 1983.
NYE, Joseph S. O Paradoxo do Poder Americano. Por que a única superpotência do mundo não pode prosseguir isolada; tradução Luiz Antonio Oliveira de Araujo. São Paulo: Editora UNESP, 2002.
SEITENFUS, R. Relações Internacionais. São Paulo: Manole, 2004
Aulas
Dada a natureza conceitual da disciplina, as aulas serão prioritariamente expositivas. De acordo com entendimentos entre a turma e o professor, poderão ser adotadas atividades como exposição de alunos e estudos de cases.
Solicita-se que sejam desligados celulares e que, em hipótese alguma, sejam feitas ligações durante a aula.
Solicita-se que os alunos evitem entrar e sair da sala durante a aula. Caso haja reclamação por parte dos alunos sobre entradas e saídas de sala, as mesmas serão proibidas. 

Avaliação

  • Nota 1: Avaliação Parcial (prova e/ou trabalho)
  • Nota 2: Avaliação Final (prova individual)
  • Nota 3: Trabalho de Convergência Multidisciplinar – TCM (observando regras da instituição)

Média Final: (N1 x 0,4) + (N2 x 0,4) + (N3 x 0,2)
Notas e Revisão: Todas as avaliações terão notas entre 0 e 10. As notas serão comunicadas até duas semanas depois de realizadas. O prazo para pedidos de revisão é de duas semanas a partir da entrega das notas.

Frequência e Chamada
A chamada será realizada aleatoriamente (começo, meio ou fim da aula), sendo que os alunos que não estiverem presentes no momento da chamada ficarão com falta, independente de estarem ou não presentes no restante da aula.
A freqüência mínima exigida é de 75%, sendo que as dispensas serão avaliadas segundo critérios da ESPM e da legislação vigente.

Cronograma Tentativo (1º/2008)

Semana

Conteúdo
I
14/02
Apresentação do curso e fundamentação da disciplina
II
21/02
O nascimento da disciplina e o panorama geral das Relações Internacionais

Relações Internacionais como campo de estudos (Lytton L. Guimarães)
http://www.unb.br/irel/NewFiles/cad_17_liton.pdf
Relações políticas internacionais: como entendê-las? (Maria Izabel Mallmann)
http://revistaseletronicas.pucrs.br/civitas/ojs/index.php/civitas/article/viewFile/2/1595

Capítulo 1: A Natureza das Relações Internacionais in ALBUQUERQUE, José Augusto Guillon. Relações Internacionais Contemporâneas. RJ: Editora Vozes, 2005
III
28/02
O estudo de Relações Internacionais no Brasil

O Estudo das Relações Internacionais no Brasil: o estado da arte (Shiguenoli Miyamoto)
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-44782003000100009&script=sci_arttext

O estudo das relações internacionais do Brasil – Um diálogo entre a diplomacia e a academia (Paulo Roberto de Almeida)
http://www.pralmeida.org/05DocsPRA/1651IntrodEstudoRIBr.pdf

A evolução recente dos estudos e dos programas de pós-graduação em Relações Internacionais no Brasil (Antônio Carlos Lessa)
http://www.comciencia.br/comciencia/handler.php?section=8&edicao=12&id=98

Evolução Histórica das Relações Internacionais como Disciplina Acadêmica no Brasil e no Mundo (Amadilson Soares de Paula)
http://www.ogerente.com.br/comex/relint/comex-relint-evolucao_relacoes_internacionais.htm
IV
6/03
Segurança Internacional, Poder e Sistema Internacional – Aula 1

Globalização e Segurança Internacional: a Posição do Brasil (Tullo Vigevani, Priscila Rodrigues Correa, Rodrigo Cintra)
http://www.iea.usp.br/iea/artigos/vigevanietalglobalizacao.pdf

Capítulo 2: Sistemas Internacionais – a ordem da Guerra Fria in ALBUQUERQUE, José Augusto Guillon. Relações Internacionais Contemporâneas. RJ: Editora Vozes, 2005
V
13/03
Segurança Internacional, Poder e Sistema Internacional – Aula 2

Um Novo Bipolarismo: Notas Metodológicas para a Definição do Sistema Internacional (Ademar Seabra da Cruz Jr.)
http://www.scielo.br/pdf/cint/v28n2/a03v28n2.pdf

Soberania e Relações Internacionais – Uma Crítica (Carlos Frederico P S G)
http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=1688&cat=Teses_Monologos
VI
20/03
Semana Santa (não há aula)
VII
27/03
Atores internacionais, soberania e legitimidade – Aula 1

Os Fundamentos Filosóficos e Jurídicos de uma Comunidade Internacional (Isabelle Duplessis)
http://www.unimep.br/phpg/editora/revistaspdf/imp33art02.pdf

A crescente complexidade do sistema jurídico internacional – Alguns problemas de coerência sistêmica (Marcelo Dias Varella)
http://www.senado.gov.br/web/cegraf/ril/Pdf/pdf_167/R167-10.pdf

Novos atores, governança global e o direito internacional ambiental (Ana Flávia Barros-Platiau)
http://www3.esmpu.gov.br/linha-editorial/outras-publicacoes/serie-grandes-eventos-meio-ambiente/AnaFlaviaBarrosPlatiau_Novos_atores.pdf
VIII
29/03
sábado
Atores internacionais, soberania e legitimidade – Aula 2

O estado de São Paulo como um ator internacional (Karina l. Pasquariello Mariano)
http://www.scielo.br/pdf/spp/v16n2/12115.pdf

Perspectivas da atuação do estado na ordem econômica global (Isabela Gerbelli Garbin)
http://conpedi.org/manaus/arquivos/anais/recife/direito_intern_isabela_gerbelli_garbin.pdf

Atuação das organizações não-governamentais ambientalistas: uma perspectiva internacional (Rafael Santos de Oliveira, Catiane Trevisan Weber)
http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=1733
IX
3/04
As Organizações Internacionais e o papel das instituições políticas internacionais

The Legitimacy of Global Governance Institutions (Allen Buchanan and Robert O. Keohane)
http://www.princeton.edu/~rkeohane/publications/eia_institutions.pdf

Organizações Internacionais: História e Práticas (Mônica Herz e Andréa Hoffmann). Rio de Janeiro: Elsevier, 2004

O que são atos internacionais? (MRE)
http://www2.mre.gov.br/dai/002.htm

As Organizações Internacionais na atualidade (Renata Nassar Barreto)
http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=1682

Organizações internacionais que definem padrões normativos
http://siteresources.worldbank.org/INTAML/Resources/REFGUIDE_03-ch03v2-final-EuPort-draft1_FINAL.pdf

O regime jurídico da responsabilidade das organizações internacionais – A concepção do ato internacionalmente ilícito (Ranieri Lima Resende)
http://www.senado.gov.br/web/cegraf/ril/Pdf/pdf_170/R170-13.pdf
X
10/04
Revisão para a prova
XI
17/04
Prova
XII
24/04
Semana de Reposições
XIII
1/05
Dia do Trabalho (não há aula)
XIV
8/05
Interdependência

Power and Interdependence in the Information Age (Robert 0. Keohane and Joseph S. Nye Jr)
http://uazuay.edu.ec/estudios/com_exterior/tamara/Keohane-Nye-Pwr_Interdepce_Info_Age.pdf

Global Governance and Democratic Accountability (Robert O. Keohane)
http://www.lse.ac.uk/collections/LSEPublicLecturesAndEvents/pdf/20020701t1531t001.pdf

O Brasil e os blocos regionais – soberania e interdependência (Paulo Roberto De Almeida)
http://www.scielo.br/pdf/spp/v16n1/12119.pdf

O Realismo de cada um: interdependência e relações políticas entre os Estados no mundo pós-guerra fria (Marcos B. A. Galvão)
http://www.cpdoc.fgv.br/revista/arq/120.pdf
XV
15/05
As mudanças internacionais pós-Guerra Fria

Globalização e capitalismo – processo político e relações internacionais (Tullo Vigevani)
http://www.seade.gov.br/produtos/spp/v12n03/v12n03_01.pdf

XVI
22/05
Corpus Christi (não há aula)
XVII
29/05
Interpretações sobre a Globalização

O desafio do capitalismo global: a economia mundial no século XXI (Robert Gilpin). São Paulo: Editora Record, 2004.

O caráter histórico e multidimensional da globalização
http://www.eclac.org/publicaciones/xml/9/10029/Por-Cap1-Globalizacion.pdf

Globalização e cultura – a identidade no mundo de iguais (Katja Plotz Fróis)
http://www.pos.ufsc.br/arquivos/41010037/TextoCaderno62.pdf

A democracia, face política da globalização? (Fernando de Souza)
http://redalyc.uaemex.mx/redalyc/pdf/358/35849101.pdf

Desafios do Brasil no Plano Internacional (Fernando Henrique Cardoso)
http://www.iea.usp.br/iea/artigos/fhcdesafiosinternacionais.pdf
XVIII
5/06
Relações Internacionais – uma aproximação teórica

O discurso teórico nas Relações Internacionais (Marcelo José Ferraz Suano)
http://revistaseletronicas.pucrs.br/civitas/ojs/index.php/civitas/article/viewFile/3/1596

Aspectos da teoria de relações internacionais: notas didáticas (Gélson Fonseca Jr.)
http://www.politicaexterna.com.br/artdez94.htm
XIX
12/06
Prova Final
XX
19/06
Vista de Provas
Prova em Segunda Chamada
XXI
26/06
Fechamento

Contato
Além das aulas e dos plantões de TCM, é possível contatar o professor pelo e-mail cintra@rodrigocintra.pro.br. As respostas ocorrerão, preferencialmente, no prazo de até uma semana.
Não serão aceitos por e-mail textos ou atividades que os alunos devem elaborar em classe. Demais trabalhos, quando for o caso, deverão ser encaminhados necessariamente pelo Blackboard.

São Paulo, 14 de fevereiro de 2008.

Deixe uma resposta